• associacao santiago

2021 Não era o ano para estar no Caminho. Alertamos exatamente sobre este colapso. (EUROPA PRESS)

A pandemia nos tirou do Caminho em 2020 e de 2021... mas como pode ler aqui, 2022 é a grande e segura escolha para viajar. Já pensou nisso? Ainda bem que esperamos até 2022!!! Agora vamos nos preparar para ir???


A retomada promovida do Caminho de Santiago está funcionando e fica evidente na chegada dos peregrinos. O problema é que, com as restrições atuais, a rede de albergues não consegue absorver uma demanda que explodiu nas últimas semanas. A falta de locais de acomodação obriga os caminhantes a dormir no chão ou a depender da hospitalidade dos vizinhos.


Acreditamos que em 2022 as estruturas estão já normalizadas. Porém , cautela é sempre bom. Dois problemas se conjugam: a redução da capacidade para 30% e que alguns abrigos não sobreviveram à contenção da pandemia e ainda estão fechados. Os responsáveis ​​por estes alojamentos pediram à Xunta que a capacidade fosse elevada, pelo menos, para 50%. O presidente da Associação Galega de Albergues Privados (Agalber), Miguel Ángel Rodríguez, descreve a situação como um "caos" e garante que já avisaram que isso poderia acontecer.


Caminhando na direção contrária este projeto conscientiza os peregrinos sobre o abandono de lixo no Caminho. / ECOEMBES (EUROPA PRESS)

As rotas mais afetadas são a francesa e a portuguesa. Os peregrinos forçam o seu caminho e realizam até duas etapas por dia, começando ao amanhecer, para tentar encontrar um buraco. Outras acomodações também estão lotadas, como albergues e hotéis, por isso são obrigadas a dormir na rua ou dependem da hospitalidade dos vizinhos. É o caso de Diego, um peregrino que compartilhou sua experiência com a Cadena SER. Fizeram o troço galego com um amigo e tiveram que pernoitar numa casa privada. “Tivemos sorte que nos deixaram dormir em um porão e o que todo mundo está fazendo é acordar muito cedo e praticamente correr”, diz ele. Este jovem denuncia o estresse que isso provoca e a má imagem que sai da estrada.


Recebemos o último lote de credenciais do ano. Reserve as suas para 2022 . Não teremos mais este ano recebimentos de materiais devido a dificuldades de importação e transito durante este possivel final de pandemia. CLIQUE AQUI !

Os peregrinos exigem que outras infraestruturas sejam habilitadas, por exemplo, pavilhões. Também o executivo local de Santiago, destino de todos os caminhantes, exige uma solução da Xunta. A Xunta se recusa a expandir capacidade, como forma de segurança no momento.


Tenha a ferramenta para organizar 100% da sua viagem! VEJA MAIS AQUI! O presidente da Xunta, Alberto Núñez Feijóo reconhece que estão ocorrendo situações de colapso e lamenta esta situação, mas garante que é algo específico, coincidindo com a grande semana do Xacobeo, e que o percentual de lotação não pode ser aumentado. “Não podemos corrigir; não podemos liberalizar a capacidade dos abrigos, porque não cumpriríamos os protocolos”, disse.

1,152 visualizações1 comentário