• associacao santiago

O Codex Calixtinus : Considerado o primeiro guia de turismo do mundo.


Quem resume o Caminho de Santiago a fazer kilómetros não imagina como este pedaço de chão influenciou o mundo como ele é hoje. O filósofo Goethe certa vez escreveu "A Europa se construiu caminhando a Compostela".



O Códex é uma reunião de informações, leis, observações e costumes que datam uma época. É feito a pedido do papa vigente, e assim passa a criar um compilado de informações contemporâneas ao papado e seu tempo.


São 5 livros que compõe o Codex... E o livro 5 é o que fala dos Caminhos a Santiago de Compostela, o " Iter pro peregrinis ad Compostellam"


No século XII (12) o papa Calixto encomenda ao clérigo Ameryc Picaud o trabalho de descrever como chegar ao sepulcro do Apóstolo, uma espécie de guia para o peregrino da época. É o Guia do Peregrino Medieval, ou o Livro das Peregrinações...



Fez parte do Codex Calixtinus (em latim) , ou , o Códice Calistino, no seu livro 5, o Livro das Peregrinações. É considerado o primeiro guia de turismo de que se tem notícias.


O exemplar mais antigo - conservado na Catedral de Compostela -, é datado entre 1150 e 1160, e constitui-se na cópia de um exemplar modelo. A cópia realizada pelo monge Arnaldo de Monte em 1173 é conhecida como "manuscrito de Ripoll" e conserva-se atualmente em Barcelona.


O Codex constitui-se numa coletânea de textos em latim reunidos em Compostela nos anos finais do arcebispado de Diego Gelmírez, que visava servir como promoção daquela Sé. Embora apresentado em sua origem como sendo da autoria do Papa Calisto II , na realidade foi redigido por vários autores no período entre 1130 e 1160 e caracteriza-se pela correição do latim empregado e por seu elevado valor literário.


Existem fac-símiles, que chegam a custar R$ 15.000.00 . São belos, e extremamente restritos. As iluminuras, ou ... figuras são raríssimas de se encontrar mesmo para estudos. É um documento importante, histórico que as pessoas deveriam e poderiam ter mais acesso.


Existem traduções ou publicações escassas , porem praticamente nenhum carrega as figuras medievais do manuscrito. Quando perguntamos o porque, somente dizem que é por não haver interesse do público. Será???



0 visualização0 comentário