top of page
credencialvieira.jpg
  • Foto do escritorassociacao santiago

Qual a melhor época?

A melhor época para fazer o Caminho de Santiago está contida entre abril e outubro.


Mas atenção... entre julho e a primeira quinzena de agosto, o peregrino enfrenta altas temperaturas e albergues mais cheios por ser o período de férias na Europa. Não é recomendável percorrer o Caminho no inverno, a não ser que saiba bem o que está fazendo.


As roupas e equipamentos também são diferentes entre abril e outubro. Pesquisar sobre isso evita que compre coisas desnecessárias, bem como que deixe de levar itens importantes.


A indicação de 2 meses é insuperável pelo conforto térmico. A primavera e o outono. E são épocas distintas.


Ah, vale avisar. 2 datas criticas que devem ser escolhidas com mais cuidado: Primeira quinzena de MAIO e primeira quinzena de SETEMBRO.Se já comprou sua passagem, reserve o quanto antes pelo menos as 3 primeiras etapas do Caminho Frances. A época é conhecida por alto movimento no inicio.É uma dica que muitos esquecem de dar. Se puder, EVITE estas quinzenas. Comece antes ou depois delas. Se


Na primavera, você tem o verde exuberante, mais horas de luz para caminhar. O luz do dia por exemplo na Galícia chega a atingir as 22:00 horas! Isso dá uma tranquilidade de muitas horas e tranquilidade na caminhada. É mais provável encontrar neve nos picos no início da primavera. Ah! Importante saber : se você tem alergias , leve um anti-alérgico. O pólen é muito presente na primavera. Tanto que os europeus se previnem também tendo na farmacinha pessoal . Imagina nós brasileiros que não temos o costume …








No outono, a época das colheitas acabou de passar, e ainda tem frutas nos pés! As folhas estão em tons vermelhos, e para muitos é a mais linda fotografia do Caminho de Santiago . Você tem menos horas de sol, assim, é bom se programar para chegar ainda com luz nas etapas finais. Realmente não é gostoso terminar a jornada no escuro. Tem o cansaço, a fome, a vontade de parar… e 1 hora no escuro ajuda a perder a tranquilidade. Ao aproximar-se de algumas cidades, as vezes pela trilha escura, o peregrino tem a escolha quase obrigatória e “menos ruim”de caminhar ao lado da pista.






Caminhar com luz do dia é um item natural de segurança no Caminho de Santiago. Claro que existem alguns que defendem a aventura de caminhar sob a luz das estrelas. São bem poucos e na maioria , fizeram um dia ou outro , algumas horas de caminho no escuro .


Podemos dizer que é bem inconveniente. O terreno irregular não ajuda nisso. E as setas amarelas não são letreiros iluminados. Some a isso, alguns trechos de estrada que o peregrino cruza e tem aí várias ocorrências que tiram a diversão e passam a chamar sua atenção e cuidado , em locais que deveriam ser gostosos de passar. Ou seja, você pode comprometer mais coisas do que imagina.





Claro que isso pode ocorrer, mas trabalhar para que não seja necessário terminar uma etapa no escuro é parte da sua preparação no Caminho. Apesar de uma grande aventura, o ideal é ter o máximo de informações para decidir por você como prefere.

747 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page